Mensagem da Provedoria Municipal das Pessoas com Incapacidade da Lousã

Mensagem da Provedoria Municipal das Pessoas com Incapacidade da Lousã no Seminário e-Acessibilidade 2014

“Bom dia, a todos os presentes. Bom dia a todos os oradores. Bom dia a todos os elementos da SUPERA.

Bom dia, a todos aqueles que estão a visitar a Lousã pela primeira vez. Aqueles que, fizeram vários quilômetros para estar presentes neste seminário, o “Seminário e-acessibilidades 2014” – Tecnologias e Pessoas com Necessidades Especiais.

A realização deste seminário vem de encontro de um desejo da Provedoria Municipal das Pessoas com Incapacidade da Lousã, ao querer abordar a temática da tecnologia de apoio e para falar deste tema decidiu convidar quem melhor sabe abordar este assunto, a SUPERA – Sociedade Portuguesa de Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade.

E assim conseguimos fazer uma conjugação perfeita.

Hoje em dia é impossível falar na acessibilidade sem falar de tecnologia, ambas complementam-se uma a outra nesta sociedade contemporânea pois a tecnologia encontrasse num simples objeto como um telefone, um transporte público ou até na mais complexa como a internet que tem ferramentas próprias.

Muita da tecnologia usada hoje em dia acaba por ser tão banal que passa despercebido a um cidadão dito normal mas é muito útil a um cidadão com necessidades especiais.

Mas a verdade é que ao tornar os edifícios ou transportes públicos, equipamentos de informação ou serviço mais acessíveis estamos a torna-los mais práticos, mais funcionais, mais atrativos, mais acolhedores e por fim mais económicos.

Reaproveitar também já é uma palavra de ordem na tecnologia e criar um bom plano de acessibilidades nas empresas, instituições, ou autarquias e uma boa formula de rentabilizar os produtos, estudos indicam que os produtos low-cost quando são bem recuperados são uma boa forma economicista.

A Lousã é uma terra acolhedora e acessível desde o centro da vila até a sua serra incluindo as suas praias fluviais.

Para isso tem vários equipamentos para que todos possam usufruir dos seus recursos naturais tais como cadeiras flutuantes as conhecidas “Tiralos” ou cadeiras para atravessar grandes obstáculos como a “Jolette”, moto quatro ou Kart cross adaptado, só com este investimento podemos tornar a Lousã acessíveis em todos os seus recantos incluindo os mais inóspitos.

Este é um conceito criado pela Autarquia para dar qualidade de vida a quem reside como a quem visita.

Para finalizar, um obrigado a todos aqueles que patrocinaram ou colaboraram direta ou indiretamente para a realização deste evento, pois só com o esforço de todos foi possível.

Novamente o meu obrigado, pois a Lousã é foi e será sempre um local aonde a acessibilidade é uma preocupação constante e que se esta sempre a renovar e atualizar para que todos tenham o direito a sua cidadania.

João Henriques

Provedoria Municipal das Pessoas com Incapacidade da Lousã”