Workshops 2 e 3 de maio

Edifício da Cantina 3
Edifício da Cantina 3 (Local dos Workshops) no Campus 2 do Politécnico de Leiria

Local: Campus 2 do Politécnico de Leiria, Edifício da Cantina 3 – 1ºandar

2 de Maio (Quinta-feira)
14h00 – 15h00 Antevisão do Selo de Usabilidade e Acessibilidade Web e a nova legislação para a Acessibilidade dos sítios Web e das Aplicações Móveis. Jorge Fernandes, Unidade Acesso – AMA.
15h00 – 15h45 Workshop Gameiros:Translide – Mangas Tubulares. .
15h45 – 16h15 Workshop Gameiros: Dispositivo CS2.
16h15 – 16h30 Intervalo
16h30 – 17h15 Inventores de garagem. Manuel Londreira (N3i), Jorge Silva.
17h15 – 18h00 Fablabs solidários como estratégia para a inclusão de jovens com neurodiversidade. Rui Teles, NAID/IPP.

Local: Campus 2 do Politécnico de Leiria, Edifício da Cantina 3

3 de Maio (Sexta-feira)
11h00 – 13h00 MagicContact. Daniel Freitas, Fundação Altice Portugal.
13h00 – 14h00 Pausa para o almoço
14h30 – 15h30 Desenvolvimento de materiais didáticos para a educação inclusiva. Ruth Mariani, Sandro Portella, Isabella Pinto, Fátima C. Andrade, Otávio Pimentel, Elias Júnior, Sérgio Crespo
15h30– 17h00 Workshop TSimetria: Electrónica Q-Logic 3 – Integração clínica. Ádner Silva – European Product Specialist Quantum Rehab / Stealth Products
17h00 – 17h45 Projeto MeTA – Memória e Mostra Museológica de Tecnologias de apoio. Francisco Godinho, SUPERA

Antevisão do Selo de Usabilidade e Acessibilidade Web e a nova legislação para a Acessibilidade dos sítios Web e das Aplicações Móveis

Há 20 anos atrás Portugal foi o primeiro Estado Membro a adotar requisitos de acessibilidade para os sítios públicos na Administração Pública. Aquando da presidência Portuguesa da União Europeia em 2000, o Governo Português teve papel fundamental na integração das Diretrizes de Acessibilidade para Conteúdo Web (WCAG) do W3C no plano europeu eEurope2002.

Muito se fez mas muito está por fazer e, 20 anos depois, é o Parlamento Europeu e o Conselho a liderar o processo e a legislar ao mais alto nível, levando a preocupação da acessibilidade digital à categoria de Diretiva. Municípios, Organizações não Governamentais de ou para pessoas com deficiência, Universidades privadas, são alguns dos novos setores obrigados a disponibilizar conteúdos digitais em conformidade para com o nível “AA” das WCAG 2.1.

Neste WorkShop vai ter oportunidade de:

• contactar com os aspetos principais da legislação portuguesa sobre acessibilidade dos sítios Web e das aplicações móveis (Diretiva n.º 83/2018, de 19 de outubro);
• o que está a AMA, enquanto entidade responsável pela implementação da legislação sobre a acessibilidade, a desenvolver;
• conhecer a lista de verificação “10 aspetos críticos de acessibilidade a ter em conta no seu sítio Web”.

Inventores de Garagem

O N3i – Núcleo de Inventores, Investigadores e Investidores, localizado no Centro Empresarial e Tecnológico de S. João da Madeira, surgiu com a intenção de ajudar os inventores de garagem. Manuel Londreira, inventor de Oliveira de Azeméis e fundador do N3i, irá dar o seu testemunho sobre o desenvolvimento de uma tecnologia de acesso ao computador e motivação para criação desta Associação.
Jorge Silva, é outro inventor de garagem que se dedica à criação de soluções que melhoram o conforto e a capacidade de realização de atividades de vida diária daqueles que estão condicionados por limitações físicas.

Fablabs solidários como estratégia para a inclusão de jovens com neurodiversidade

O workshop visa apresentar uma proposta de inclusão e integração socioprofissional de jovens em risco de exclusão por motivos de deficiência ou neurodiversidade, através de um programa de aquisição de competências pessoais e técnicas baseado nos novos paradigmas associados ao movimento Maker: design, manipulação de impressoras 3D, corte a laser, prototipagem digital, robótica, e outros. A proposta é uma adaptação do modelo da rede “fablabs solidaires” promovido pela Fundação Orange.
Discutirá também a possibilidade de promover a construção de um acervo de produtos de apoio (Tecnologias de Apoio) para diversas áreas da deficiência, que se podem revelar de valor inestimável em diversos contextos ligados á deficiência e incapacidade, juntando os diversos agentes interessados nas suas diversas dimensões; humana, técnica e socioeconómica.”

MagicContact

O MagicContact é uma aplicação gratuita, para equipamentos android, que permite a acessibilidade ao telemóvel para pessoas com limitações motoras graves. Oferece ainda ferramentas para a comunicação aumentativa.
Este workshop tem como objetivo a demonstração das principais funcionalidades, com parte prática no final.

Desenvolvimento de materiais didáticos para a educação inclusiva

O desenvolvimento de materiais didáticos para atender a todos e com todos tem sido oferecida em cursos de pós graduação no Brasil, como por exemplo o Curso de mestrado profissional em Diversidade e Inclusão da Universidade Federal Fluminense. Com isso temos contribuído para garantir a permanência do aluno com deficiência na escola.
Assim a nossa acção neste workshop é divulgar como confeccionamos estes materiais e incentivar a criação ou adaptação de recursos pedagógicos onde possamos possibilitar a inclusão de fato. Utilizamos a metodologia qualitativa com resoluções de problemas, firmados no multiculturalismo e na diversidade. Realizamos um levantamento bibliográfico e o teste in locus de cada material criado, a fim de validar perante a comunidade escolar os produtos aqui apresentados. Os materiais criados foram: vídeos didácticos para o ensino de física, glossário de Natação em Libras, cartilha de Bullying para surdos; site: contendo jogos de sensibilização para inclusão de todos nas aulas de Educação Física; catálogo com os livros de literatura em Libras; CriarteLibras; Folclolibras; Calculibras; Geolibras.
Os resultados encontram-se no site https://projetogalileugalilei.wordpress.com/. Todos os recursos criados poderão ser uma alternativa para uma nova organização do saber entendemos que estamos proporcionando o acesso ao conhecimento, à comunicação e a aprendizagem de qualidade.

Projeto MeTA – Memória e Mostra Museológica de Tecnologias de apoio

O MeTA é um projeto cooperativo de memória e mostra museológica de tecnologias de apoio em Portugal que a SUPERA começou a desenvolver em colaboração com instituições, empresas e pessoas, no âmbito da organização das Jornadas SUPERA 2019.
O MeTA é constituído por produtos de apoio, bases de dados de Tecnologias de Apoio, materiais audiovisuais, documentação variada e conteúdos online.
Neste Workshop serão apresentados os resultados exibidos na Expo-SUPERA e proposta uma reflexão conjunta para o desenvolvimento do projeto em rede, do modelo de parcerias e partilha, da preservação e da sua divulgação em eventos futuros.